Registrar-se
Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
Aprenda a dizer os "nãos" positivos
31/01/2016 - PIB Louveira        

Muitas pessoas acham que “ser bonzinho” é se tornar indispensável e ficar bem na fita. Querem sempre agradar todo mundo. Por isso, mesmo tendo que dizer “não”, dizem “sim”.

Descubra os nãos positivos e evite colocar-se em situações vexatórias, pecaminosas, desrespeitosas aos seus valores e ficar em desnecessárias “saias-justíssimas”.

Alguns “nãos” positivos:

Diga não ao assédio sexual do chefe, do colega de trabalho, do irmão ou irmã da igreja e até mesmo de algum líder espiritual.

Diga não ao namoro cheio de “pegação” e de imoralidade sexual.

Diga não à roupa sensual e imoral no dia a dia e nas cerimônias de casamento. Não deixe que o calor diminua o seu pudor.

Diga não ao carnaval, cujo propósito é levar você para longe de Cristo Jesus.

Diga não aos pecados que teimam em impedir sua consagração e amor à missão.

Diga não ao diabo e suas artimanhas e diga sim a nosso Senhor Jesus Cristo.

Diga não à codependência e à manipulação de cônjuge, filhos, parentes ou seja lá quem for.

Diga não às definições que a cultura, os partidos políticos e a mentalidade antibíblica desejam impor sobre conceitos como: Deus, família, sexualidade, honestidade, valores e ética.

O “não positivo” pode gerar perseguição, difamação e grandes pressões.

Lembre-se: você e qualquer outra pessoa têm o direito de aceitar ou rejeitar pedidos para não fazer o que não quer fazer ou o que julga que não deve fazer, pois não glorificará a Cristo, nem trará bênçãos para o próximo, para si mesmo ou seu casamento, família e igreja.

Regra geral, quem lhe pede pensa na própria agenda, necessidades, alvos, prioridades e desejos, e não nos seus. Lembre-se de que seu tempo e suas energias física, emocional e financeira são limitadas, e suas prioridades devem ser olhadas com atenção antes de dizer “sim”.

Se você tiver dúvidas sobre o que dizer, não se sinta pressionado a responder imediatamente, mesmo que a pessoa exija. Peça um tempo para pensar. Muitas vezes, você terá que repetir “preciso checar minha agenda”. Repita isso sem medo. Decidir pressionado pode levar a pessoa a dizer aqueles “sins” que só trarão dores na nuca.

Sempre analise as consequências: o que acontecerá se eu disser “sim”? e se eu disser não? Sabemos que toda decisão tem consequências. Pense em quais consequências você assumirá.

Não se sinta culpado. Muitas pessoas podem não aceitar o não e, em virtude disso, poderão criticá-lo pelas costas, difamá-lo ou tentar infernizar sua alma jogando culpa com mil argumentos.  Há pessoas que não querem ouvir um não. Não seja refém de quem quer te convencer com pirraça, acusação ou críticas. Ao receber convites, pedidos, solicitações, aos quais você não poderá atender, agradeça, valorize, elogie e diga “não”. Se você puder dizer “sim”, diga “sim”!  E ao dizer “sim”, cumpra o prometido, pois é errado dizer “sim” sabendo que no final vai dar “não” e depois inventar mil desculpas.

Quando não puder dizer “sim”, mas puder fazer outra proposta, diga à pessoa que poderá contribuir de outro modo. Mas não use esse argumento se você sabe que deveria dizer um não total. Exemplo: o rapaz pede para namorar a moça. Ela não quer e diz: “vamos orar por 1 mês”, mas já sabe que não quer o cara! É muito mais honesto dizer na lata: “ENE-A-Ó-TIL! NÃO!”

Aprenda a encerrar o assunto. Se a pessoa rejeitar o que você sugere e disser que só serve o que ela lhe pediu, responda educado e curto: “ok! Não posso”. Firme o seu “não” e siga adiante.

Há situações que se repetem e para as quais você sempre terá que dizer um monte de “nãos”.  Mantenha posições firmes. Mantenha os limites firmes com seus filhos e sua vida, caso contrário, você viverá com dores e falta de ar, pois disse “sim” quando deveria ter dito “não”.

Pastor Jeremias Pereira

m3-a_facebook m3-a_twitter m3-a_vimeo m3-a_rss m3-a_podcast

Home | Sobre Nós | Contato
Copyright 2011 - Igreja Batista Louveira todos os direitos reservados
Confins da Terra